Follow by Email

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Igreja na Indonésia continua sem poder realizar suas reuniões

Em uma derrota da justiça, o presidente da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, se recusou a cumprir a decisão do Tribunal Supremo que dava a permissão para a Igreja de Yasmin da Java Ocidental de se reunir em seu templo.As autoridades da cidade de Bogor revogaram a licença de construção da Igreja de Yasmin em fevereiro de 2008, mas a Suprema Corte do país ordenou que a propriedade da igreja fosse devolvida em dezembro de 2010, mas o prefeito da cidade se recusou.
O presidente Susilo Bambang disse em 13 de fevereiro que iria entregar o assunto de volta para o governo municipal de Bogor e para o Ministério da Religião da Indonésia.
O presidente disse a repórteres que tais assuntos deveriam ser tratados e resolvidos pelas administrações locais, entrando em conformidade com a Lei da Indonésia de autonomia regional, segundo informações do The Jakarta Post.
Para o deputado Eva Kusuma Sundari do Partido Democrático da Indonésia, o presidente está usando um argumento falso e dando legitimidade para que tais ações aconteçam no país. Para o deputado, o presidente não quer se envolver nessa questão.
A congregação da Igreja de Yasmin, em protesto a atitude tomada pelas autoridades, se reuniram por três vezes em frente ao Palácio Nacional.
Há muito tempo a Igreja de Yasmin tem lutado e brigado para que possam se reunir na propriedade que pertence a eles. Pelo fato de não poderem se reunir no templo se reúnem na rua em frente ao edifício.
Coloque em suas orações a Igreja de Yasmin e os cristãos que vivem na Indonésia. Ore para que Deus possa estender sua para eles e protegê-los de todo mal. Ore também para que Deus traga a solução para o caso do fechamento da igreja.

Nenhum comentário:

Postar um comentário